A Origem da Vida- Parte II

29/01/2011

por Pedrinha

continuação

 

Muito se discute sobre a Origem dos Seres Vivos. Como então o primeiro de todos eles apareceu na Terra?

Muitos cientistas acreditavam na existência de um asteroide que caiu na Terra levando consigo partículas orgânicas que mais tarde deram início aos seres da Terra conhecidos hoje. Mas saciava o desejo de querer saber sobre a vida pois a pergunta persistia. Como então a vida surgiu naquele planeta?

Assim sendo, muitos cientistas recorreram a certas hipóteses para justificar a origem da vida e aí vai algumas delas.

1- Geração Espontânea ou Abiogênese:  Até meados do século XIX os cientistas acreditavam que os seres vivos eram gerados espontaneaente a partir de matéria bruta. Por exemplo, acreditava-se que vermes surgiam espontaneamente do corpo de cadáveres em decomposição. Ou que rãs, cobras e crocodilos eram gerados (“criados”) a partir do lodo dos rios.

Essa hipótese ficou sendo denominada Geração Espontânea ou Abiogênese.

2- Teoria da Biogênese:  Lembram-se da clássica pergunta- Quem surgiu primeiro, o ovo ou a Galinha?- Pois bem, pesquisadores passaram a contestar a hipótese da geração espontânea, apresentando aguns argumentos favoráveis a Biogênese. Estes pregavam que todos os seres vivos eram oriundos de outros seres vivos preexistentes.  

3- Biogênese X Abiogênese:

3.1) O experimento de Redi:

Em aproximadamente 1668, Francesco Redi passou a investigar a suposta origem de vermes em corpos em decomposição. Ele observou que moscas eram atraídas pelos corpos decompostos e neles, depositavam seus ovos. Desses ovos, surgem larvas que, posteriormente, transformam-se em moscas adultas. Já que as larvas possuem corpos vermiformes, esses vermes surgiam das próprias larvas de mosca.

Redi concluiu então que essas larvas não poderiam surgir espontaneamente, mas sim, são resultados da ecpostos por moscas atraídas em decomposição.

Para reforçar sua conclusão, Redi realizou a seguinte experiência:

Coloccou pedaços de carne crua dentro de frascos, deixando alguns cobertos com gaze e outros ompletamente abertos. De acordo com a hipótese da Abiogênese, deveriam existir vermes ou moscas em ambos os frascos. Isso, no entanto, não ocorreu. Nos frascos que foram mantidos abertos, verificaram-se ovos e larvas de moscas sobre a carne. Entretanto, nos frascos fechados com gaze, nenhuma dessas formas foram encontradas. Redi comprovou então que não havia geração spontânea de vermes a partir de corpos que sofriam decomposição.

Exemplo ilustrativo do experimento de Redi

 

3.2) Os experimentos de Needham e Spallanzani:

Os experimentos de Redi conseguiram reforçar a hipótese da biogênese até a descoberta do mundo microscópio, quando uma parte dos cientistas passou novamente a considerar a hipótese da Abiogênese como sendo válida para expliar a origem desses micro-seres.

Em 1745, um cientista inglês John T.Needham realizou vários experimentos em que submetia à fervura de frascos contendo substâncias nutritivas. Após a fervura, fechava-se os frascos com rolhas e os deixava em repouso por alguns dias. Mais tarde, ao examinar essas soluções ao microscópio, Needham observara a presença de microorganismos.

A explicação que ele deu a seus resultados obtidos foi de que esses microorganismos teriam surgido por Geração Espontânea. Ele dizia que a solução nutritiva continua uma espécie de “força vital” que fazia surgir essas formas de vida.

Posteriormente, em 1770, o pesquisador italiano Lazzaro Spallanzani resolveu repetir os experimentos de Needham, entretanto, com algumas pequenas modificações. Obviamente, obteve resultados diferentes.

Spallanzani colocou substâncias nutritivas em balões de vidro, fechando-os hermeticamente. Esses balões eram colocados em caldeirões com água e submetidos à fervura durante um período. Deixava-o resfriar por alguns dias e em seguida abria os fracos e observava o líquido ao microscópio. Nenhum dos organismos estava presente. Spallanzani então explicou que Needham não havia fervido sua solução por tempo suficientemente longo para matar todos aqueles microorganismos. Needham, por sua vez, explicou que se fervesse essa substância por muito mais tempo, as substâncias perderiam sua “força vital” de fazer criar vida. Sendo assim, Needham havia ganhada o discurso.

continua…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: